• CEPC

ePEDRO: 1° torneio de jogos eletrônicos do CEPC foi um sucesso

Atualizado: 29 de Nov de 2019

Vencedores do 1° ePedro

Como parte das comemorações do dia do estudante, o Colégio Estadual Pedro Calmon sediou, de 12 a 16 de Agosto, o e-Pedro, primeiro torneio de jogos eletrônicos da região. A iniciativa partiu de professores que notaram a possibilidade de trabalhar pedagogicamente com estas atividades, pois os jogos eletrônicos são parte do cotidiano dos jovens de hoje e para muitas pessoas representam muito mais que uma simples brincadeira, passatempo ou diversão.


Ao longo de todo o mês de Julho, os jogos eletrônicos fizeram parte do conteúdo trabalhado na escola, com discussões acerca do status que essa prática possui hoje, pois já se tornou a profissão de muitos cyber-atletas (ou pro-players como são chamados no dia a dia dos jogadores). Além disso, oficinas integraram os estudantes de todos os anos, onde puderam experimentar livremente os jogos em consoles cedidos pela Arena e pelos professores, que foram instalados em telões no auditório da escola.


Para esta edição do torneio, os jogos selecionados abordavam dois importantes fenômenos da cultura corporal, o futebol e a dança. Durante as oficinas, no futebol, as equipes deveriam organizar-se em duplas e a disputa ocorria no formato dois contra dois. Já no jogo de dança a disputa era feita de forma individual por até quatro pessoas

que tinham como tarefa dançar as músicas do jogo imitando os movimentos que apareciam no telão e que eram detectados pelo sensor de movimentos do console. Neste jogo, há uma pontuação, e ela é maior ou menor conforme os movimentos são imitados de forma mais ou menos precisa de acordo com o que está na tela. Assim, vencia aquele jogador(a) que fizesse a pontuação mais alta.


No site da escola, os alunos puderam inscrever suas equipes, que deveriam ser formadas por três pessoas, e acessar o regulamento da competição. Pelo site e pelas redes sociais, foram anunciados os chaveamentos e a forma de disputa, e durante os três dias que marcaram o torneio, dezessete equipes de futebol eletrônico, e mais quase uma centena de jogadores de dança puderam colocar suas habilidades à prova. Enquanto no futebol eletrônico foram criados três grupos onde todos, dentro de seu próprio grupo, se enfrentavam na primeira fase (garantindo assim que todas as equipes disputassem ao menos quatro partidas), na dança o palco era livre para quem quisesse participar, classificando-se para a próxima fase as melhores pontuações.


No futebol, as fases finais ocorreram em sistema de eliminatória simples a partir de quartas de final, e na dança os oito melhores colocados foram divididos em dois grupos

de quatro pessoas, que fizeram uma disputa em que cada grupo dançaria três músicas, sendo a classificação final definida pela soma individual de pontos em cada canção.

Desta forma, sagraram-se campeões, vice-campeões e terceiros colocados no jogo de dança: campeã - Beatriz - 1° ano A; vice-campeã - Ilayna - 1° ano A; e terceiro colocado - Amauri - 1° ano A.


No jogo de futebol, sagraram-se campeões, vice-campeões e terceiros colocados as equipes:

  • Campeã – Kings do 3° ano C (Vinícius, Gilberto e Diogo);

  • vice-campeã – Rick Blacs do 2° ano D (Josiel, Henrique e Daniel);

  • terceira colocada – XpoweX do 2° ano B (Joaquim, Carlos Daniel e Angelo).

A premiação dos nossos atletas ocorreu com auditório lotado e muita comemoração, por parte de quem venceu, de quem participou e da comunidade escolar em geral, demonstrando não somente que o torneio foi um sucesso, mas também que é possível utilizar-se de recursos como os jogos eletrônicos para trabalharmos conteúdos importantes dentro e fora de sala de aula.



Ao longo do torneio e das semanas que o antecederam, os estudantes puderam experimentar planejamento estratégico, trabalho em equipe, disciplina, responsabilidade e respeito ao outro, além, é claro, de se apropriarem de forma mais sistematizada de conhecimentos importantes tanto para o próprio desempenho nos jogos, quanto para lidar com situações de competição em um ambiente não excludente e saudável. E quem ganha com isso não é somente aqueles listados nessa matéria como ocupantes do pódio ao final, mas sim toda a comunidade escolar.


Até a próxima edição do e-Pedro!



Para mais informações sobre o ePedro clique aqui.

112 visualizações

CEPC 2018

SITE MANTIDO PELO CORPO DOCENTE DA ESCOLA

  • w-facebook
  • Instagram - White Circle
  • w-googleplus
  • w-youtube